Comfort food é tendência gastronômica

Na moda, apesar de ter origem na década de 80, esse movimento já desponta no promete ganhar mercado e o coração dos consumidores

Hum, sabe aquele cheirinho de comida caseira, de dar água na boca, e que faz a gente voltar rapidinho à infância? Pois é, essa sensação de aconchego e acolhimento que a comida nos dá é hoje uma das tendências atuais da alimentação mundial: o comfort food (ou pleasant food).

Você já deve ter ouvido falar… Na contramão dos fast foods, essa bandeira levantada por muitos chefes de cozinha tem como lema o resgate dessas coisas simples e boas da vida, como aquela carne de panela, que a vovó ficava um tempão cozinhando para o almoço de domingo em família.

Recuperar essa simplicidade e essa memória gustativa saborosa, trazer de volta aquele prato feito com ingredientes saudáveis, além de proporcionar, com grande valor sentimental, mais leveza e conforto para a nossa rotina estressante, pode ser a chave da culinária de sucesso de restaurantes, pizzarias e até redes de fast food.

Gostamos muito da  Dieta Mediterrânea, estilo de vida que inclui um conjunto de hábitos alimentares que são tradicionalmente adotados pelas pessoas das regiões do mediterrâno, por incluir peixes, frutas e verduras frescas, azeites, grãos e não é por acaso que várias pesquisas indicam que a qualidade de vida de diversos povos no mundo se beneficiam desta dieta, que tem como um grande aliado um estilo de vida mais simples e sem estresse.

Um elevado consumo de frutas, legumes, batatas, feijão, castanhas, sementes, pão e outros cereais
O azeite é utilizado para cozinhar e temperar os alimentos
Quantidades moderadas de peixe, e pouca quantidade de carne
Quantidades baixas a moderadas de queijos e iogurtes gordos
Consumo moderado de vinho, nomeadamente às refeições
Dependência dos produtos frescos locais, conforme a sazonalidade
Estilo de vida ativo

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Azeite comum, virgem ou extravirgem… Qual escolher?

Se você é daqueles que como eu, chega às gôndolas do supermercado e fica minutos a fio sem saber qual tipo de azeite escolher, a reportagem da JKPG foi atrás de um conhecedor do assunto para sanar nossas dúvidas. Patrícia Galasini é especialista e degustadora oficial em azeites, certificada pela Associazione Mille Sensi, da Itália, com especialização em Portugal, onde desbravou cidades e vilarejos atrás do melhor azeite do mundo. Há mais de 10 anos nessa área, a consultora traz sua experiência com o produto e nos explica as melhores práticas na hora de comprar o óleo. Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

8a. EXPOAZEITE 2017 – Salão Internacional do Setor de Olivicultura

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Efeito Estufa?

A organização sem fins lucrativos Interprofissional Olive Oil da espanha vai participar  de um projeto europeu que irá calcular a relação  ambiental de azeites e  sua contribuição para a diminuição do efeito de estufa.

O sector do azeite espanhol junto com o grupo interprofissional, vai participar do projeto piloto europeu  PEF  (Production Environmental Footprint), uma iniciativa que vai estudar o acompanhamento dos gases de efeito estufa Durante a mudança climática através do cálculo da influência ambiental no cultivo das arvores de Azeitonas e produção de Azeite.

A mudança climática é uma realidade e a maioria dos consumidores de azeite  têm  ciência disso levando em  conta o efeito estufa sobre o meio ambiente quando em suas decisões sobre quais produtos comprar.

A Pesquisa  Eurobarómetro 367 , mostrou que 80%  dos europeus que, ocasionalmente, estão comprando produtos levam em conta de alguma forma a melhoria do meio ambiente. Na verdade, o impacto ambiental do produto é um fator chave na determinação dos consumidores, apenas atrás do preço e qualidade.

A indústria de azeite  reconhece que os setores econômicos que comunicar eficazmente sobre as informações  ambientais dos seus produtos terão uma vantagem sobre seus concorrentes, e os produtores têm sido rápidos para identificar, através do uso de rótulos ecológicos, produtos e serviços que têm um impacto ambiental reduzido durante seu ciclo de vida.

Para que os consumidores de azeite tenham completa confiança nos rótulos ecológicos, a Comissão Europeia decidiu lançar o projecto-piloto Lines que vai definir as regras para o cálculo do impacto que os azeites tenham  sobre o meio ambiente.

Nesse contexto, a Comissão Europeia pretende desenvolver um modelo estratégico que irá estabelecer um único método para medir o impacto ambiental de um produto (PEF) ou uma organização (Organização Environmental Footprint-OEF), que incidirá sobre o ciclo de vida STI. O projeto está previsto para começar no início de 2017 envolvendo pesquisadores de países interessados como Espanha, Itália, Portugal e Grécia.

O principal objetivo do grupo interprofissional para o projeto é melhorar o modelo que está sendo usado para medir o impacto ambiental atualmente   que  reflete apenas o impacto negativo do ciclo de vida de azeite, ignorando o importante papel que a agricultura e olivais desempenham  no combate às alterações climáticas.

De acordo com os dados apresentados pelo Conselho Oleícola Internacional na Conferência de Mudança Climática, realizada em novembro, em Marrakesh, os técnicos estimam que o ciclo de vida de um litro de azeite, a partir de quando ele é produzido até que seja consumido, gera 1,5 kg de dióxido de carbono para cada quilograma de óleo produzido. Os projectos de rotulagem ecológica são vistos como uma maneira de impulsionar o negócio Europeu de azeite, bem como o meio ambiente.

Fonte – elEconomista
Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

E, ai, Então é Natal…..

screen-shot-2016-11-29-at-9-53-16-am

O Pão, o Vinho e o Azeite, fonte de vida e paz, Saúde!

Pode ser uma mesa modesta ou farta, pode ser toda branca ou colorida, pode ser com ou sem luxo, pode ser simples ou sofisticada, pode ser formal ou informal. O que vale é ter um espaço para celebrar o Natal, ter um momento especial em que as pessoas unidas compartilham o alimento como símbolo máximo da proximidade de princípios que nos reúne como irmãos. Somos tomados pelo clima natalino e com ele os preparativos para a ceia no dia 24 de dezembro.

A paciência e dedicação de quem prepara os alimentos, os cheiros, os sabores e cores de pratos especiais feitos com amor e carinho por quem coloca a mão na massa para a satisfação de todos.

Nestes tempos tão carentes de amor, tornemos o momento do Natal, um momento divino, em que a família e os amigos de boa vontade se reúnem e confraternizam em volta da mesa, para selar os laços que os aproximam para celebrar a amizade.

E, para uma refeição saborosa, deve-se incluir, o alimento (pão), a bebida (vinho) e a paz (azeite). Aqui vamos falar da simbologia do azeite que na antiguidade era sinônimo de sabedoria, paz, abundância e glória para os povos.

Uma receita muito tradicional, é o famoso Bacalhau com Azeite que é de longe uma das receitas mais apreciadas é um clássico que perdura à tempos e proporcina grande alegria na vida e na cultura de muitas famílias.

No momento da Ceia de Natal, sirva um bom bacalhau regado ao azeite, pois como é um peixe intenso também harmoniza muito bem com vinhos, que vão desde o vinho verde até vinhos tintos encorpados, você também pode acompanhar o prato com uma uma farta fatia de pão

O que mais podes querer para o Natal? Uma mesa farta, sua família e um bom vinho!

Desejo à todos um Feliz Natal e um 2017 cheio de paz, alegrias e muito azeite!!!

Patricia Galasini

www.expoazeite.com.br

 

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Azeite e Pão – Grande final semana

Introdução ao Mundo do Azeite – 19 de novembro – Estácio São Paulo, curso de degustação e harmonização.

olive

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Azeite Prosperato – Direto do RS

Que delícia Azeite Prosperato direto do RS para São Paulo, mais um produto genuinamente brasileiro.

www.prosperato.com.br

img_20161104_164839

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Curso Introdução ao Mundo do Azeite

Pessoal está chegando o dia do único curso de Azeite que ensina como escolher e comprar um bom produto.

Último curso de 2016!!

Façam suas inscrições!
data – 19 de novembro – 9h às 13h
Valor R$ 220,00

azeite_convite16

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Cadeia produtiva da olivicultura no Rio Grande do Sul ganha incentivo de ICMS

Para atender a uma reivindicação dos produtores gaúchos de azeite de oliva, o governo do Estado assinou, nesta quinta-feira, decreto de redução da carga tributária, através de crédito fiscal de ICMS presumido, passando a alíquota de 18% para 7% nas vendas internas (dentro do Estado) de azeite fabricado com azeitonas produzidas no País. A resolução estimula a cadeia produtiva de oliveiras no Rio Grande do Sul, auxiliando na expansão e consolidação das atuais fábricas.
Com o decreto, o Estado implementa em sua legislação o convênio ICMS 91/16 aprovado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). A iniciativa intensifica a cooperação e as ações entre parceiros estaduais e instituições privadas, previstas no Programa Estadual de Desenvolvimento da Olivicultura (Pró-Oliva), criado em julho do ano passado pelo Decreto nº 52.479.
Hoje, o setor da olivicultura no Rio Grande do Sul é responsável por dois mil hectares de plantações de azeitonas; 160 produtores rurais em 55 municípios; oito indústrias; e 13 marcas de azeite. Segundo dados da Emater e da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, em 2014/2015 foram produzidos 11.141 mil litros de azeite no Estado. A estimativa para a safra 2015/2016 é chegar a 33 mil litros. No ano passado o faturamento das indústrias gaúchas ficou em R$ 440 mil, de acordo com informações da Secretaria da Fazenda.
Atualmente o Rio Grande do Sul adquire cerca de R$ 35 milhões de azeite de oliva, por ano, de outros estados brasileiros – R$ 1 milhão de produção nacional e R$ 34 milhões de azeite importado. Calcula-se que, nos últimos anos, os investimentos privados passam dos R$ 80 milhões, tanto na implantação de olivais como na instalação das oito fábricas de azeites do Estado, gerando mais de mil empregos. O cultivo de olivais é um plantio demorado, de longa maturação, por isso a necessidade de incentivos.
Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Introdução ao Mundo do Azeite

_MG_9782

INTRODUÇÃO AO MUNDO DO AZEITE

DESCRIÇÃO

Atividade de capacitação e difusão técnica, onde a consultora empresarial para azeites PATRICIA GALASINI, aborda pontos estratégicos e fundamentais do adequado procedimento de degustação e desenvolvimento de produtos, com foco no máximo aproveitamento em todas as operações envolvidas e, consequente, aumento da lucratividade.

O curso possui um formato dinâmico e interativo, que incentiva a participação dos alunos.

Utiliza-se de uma linguagem clara, objetiva e adequada à realidade do produto no Brasil.

Universidade Estácio – Campus Chácara Flora – Av. Nossa Senhora do Sabará, 765 – SP

Data: 19 de novembro de 2016

Descritivo:

  • Parte 01 – entrega de apostila, introdução e parte teórica sobre azeite.
  • Parte 02 – degustação orientada para percepção sensorial de azeites, degustação de 05 rótulos.
  • No final do curso o participante será capaz de perceber as diversas variações e diferenças do azeite.
  • Harmonização com antepastos e pães.

Detalhes:

  • Curso com duração de 04 horas
  • Apresentação Power Point
  • Material impresso
  • INTRODUÇÃO AO MUNDO DO AZEITE
  • Universidade Estácio – Av. Nossa Senhora do Sabará, 765
  • Data: 19 e 20 de novembro Sábado 19/11 das 9:00 às 13:00
  • Tel: (11) 3071-2277www.expoazeite.com.br

Save

Save

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário